Blog

    Estar confuso(a) sobre como começar a se inserir no mundo do investimento é um sentimento comum para investidores iniciantes, levando em conta que o mercado financeiro é considerado por muitos uma incógnita, já que possui assuntos mais técnicos e de maior complexidade. 

    Investir é um processo árduo que requer muita disciplina, empenho e estudo para compreender seus ativos, por isso, muitos se questionam sobre qual o caminho correto a seguir, onde e como começar a investir, dentre milhares de outras perguntas que vão surgindo pelo caminho. Atualmente existem variados tipos de investimentos para o público iniciante, que vão te ajudar e compreender qual caminho seguir nessa jornada de aprendizado. 

    Contudo, algumas coisas devem estar claras para você, como o seu objetivo, qual o tipo de retorno de investimento você necessita, se é de curto, médio ou longo prazo e o valor que você está disposto(a) a investir. Dito isso, é necessário deixar claro que não existe receita milagrosa, por isso, não se iluda com promessas de dinheiro rápido, você poderá cair numa armadilha.

    Então você pergunta: “Como começar a investir?”. Bom, é bem mais simples do que você imagina e nós vamos te ajudar. Existem alguns tipos de investimentos que são perfeitos para iniciantes e listamos 5 (cinco) deles mais adiante.

    Tipos de Investimentos para Iniciantes

    Para entrar no mundo dos investimentos é necessário compreender qual o tipo de investidor você é e quais os tipos de renda disponíveis atualmente.

    Hoje, existem 3 (três) categorias de perfil de investidor, sendo eles: conservador, moderado e arrojado. O investidor conservador prioriza a segurança do seu investimento, por isso opta por ativos de menor risco.

    O investidor moderado é o perfil de investidor que opta pela segurança mas está disposto a correr determinado tipo de risco para obter maior rentabilidade. Já o investidor arrojado, normalmente é um investidor veterano que entende os riscos do seu investimento, podendo ter algumas perdas momentâneas em prol de um cenário otimista em um futuro próximo.

    Entenda os tipos de renda

    Em relação aos tipos de renda, no momento são dois tipos de renda para investimentos: a renda variável e a renda fixa.

    • A renda variável é a renda o tipo de renda que você não terá previsão de qual será o rendimento, por isso, é um produto que possui um risco maior aos investidores, sendo eles positivos ou negativos. 
    • A renda fixa, ao começar a investir, é necessário levar em conta alguns fatores, como segurança, previsibilidade de remuneração e alta liquidez, no qual você terá claro o provável valor que receberá ao fim do prazo do investimento escolhido. Essa renda possui o nome de “renda fixa” por ser mais previsível e constante em comparação aos demais tipos de investimentos.

    E para que você entenda mais sobre os detalhes, aqui, separamos 5 (cinco) tipos de investimentos ideais para iniciantes, siga a leitura abaixo.

    CDB (Certificado de Depósito Bancário) 

    O investimento chamado de Certificado de Depósito Bancário (CDB), é emitido por bancos que financiam o dinheiro do investidor para financiar suas próprias atividades, e em contrapartida o banco te dará um retorno de acordo com os juros calculados em cima do empréstimo realizado. Nesse caso, o empréstimo possui um prazo de retorno e existem 3 (três) tipos de rentabilidade CDB: a prefixada, pós-fixada ou a híbrida

    A prefixada é a renda que já possui o valor definido que você ganhará no final do investimento. A pós-fixada é uma previsão de quanto você receberá ao final do investimento, dependendo do indexador do título. E a rentabilidade híbrida, assim como seu nome já diz, é uma mistura entre a prefixada e a pós-fixada e costuma estar atrelado à inflação.

    LCI (Letra de Crédito Imobiliária) 

    A LCI, Letra de Crédito Imobiliário, é um tipo de investimento de renda fixa incluso em uma carteira de empréstimos relacionados ao setor imobiliário, sendo por hipoteca ou alienação fiduciária de imóvel.

    Esse investimento está sendo muito utilizado por instituições financeiras para atividades do setor imobiliário. Para investidores com objetivos de médio a longo prazo, o período de carência para a retirada da renda é de 90 dias, possuindo duas categorias de rentabilidade, a prefixada e a pós-fixada, que já falamos no tipo de investimento anterior.

    LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) 

    O investimento LCA, Letra de Crédito do Agronegócio, é um tipo de investimento de renda fixa emitido por instituições financeiras, sendo elas públicas ou privadas. Com uma logística similar à LCI, a sua principal diferença está no destino do valor captado, que é designado a empréstimos a produtores rurais.

    Assim como o LCI, a LCA é um título de emissão bancária, ou seja, você fará um empréstimo ao banco ao comprar títulos LCA e ao final você receberá a remuneração por esse empréstimo. Para esse investimento existem 3 (três) tipos de rentabilidade: a prefixada, a pós-fixada e a híbrida.

    Tesouro Selic

    O Tesouro Selic é um título que funciona como um empréstimo para o Governo Federal destinar à projetos de melhorias para o país, e a partir disso, o investidor é remunerado pela taxa Selic.

    Classificado como um investimento de renda fixa pós-fixado, esse investimento possui liquidez diária, ou seja, a renda pode ser resgatada a qualquer momento sem nenhum custo adicional.

    Fundos de Renda Fixa

    O investimento de Fundos de Renda Fixa é um investimento de baixíssimo risco, que funciona como fundo de outras categorias, como CDB, LCI, LCA, entre outras. Esse título reúne os recursos de diversos investidores e são aplicados em conjunto no mercado, ao final tendo sua renda dividida entre os investidores de acordo com o valor que cada um investiu.

    Como funcionam os Fundos de Investimento?

    O Fundo de Investimento é um tipo de investimento simples e prático que é gerenciado por especialistas do mercado financeiro com diversos ativos como renda fixa, renda variável, entre outros. Investindo em um fundo, você se torna dono de uma cota, assim você receberá uma rentabilidade proporcional ao valor da sua cota. 

    A diversidade do Fundo de Investimento atrai por conta da sua diversificação, podendo investir em diversos tipos de investimento com um só ativo, podendo definir o nível de risco e o perfil indicado. Além disso, você não precisará estar todo o tempo focado em seu investimento, já que existirão especialistas gerindo o seu investimento para você.

    Após essa leitura, não deixe de conhecer a variedade de investimentos disponíveis no Banco Mercantil e encontre o melhor tipo de investimento para o seu objetivo e comece a planejar o seu futuro.

    Redação Mercantil

    247 artigos publicados

    Com mais de 250 agências, 7 milhões de clientes e 80 anos de mercado, o Banco Mercantil é o primeiro do Brasil a se inspirar na experiência do público 50+ para desenvolver soluções especialmente voltadas para a juventude prateada. A Redação do banco está sempre em busca de simplificar esse universo, com dicas de investimento, economia, planejamento financeiro e estilo de vida personalizadas para você.

    Compartilhar

    Navegue pelo sumário

      Recentes

      Aposentadoria

      Navegue pelo sumário

        Também pode te interessar

        +Dinheiro

        +Dinheiro

        +Dinheiro

        +Dinheiro

        +Dinheiro

        +Dinheiro

        Banco Mercantil do Brasil S.A. 17.184.037/0001-10
        Rua Rio de Janeiro, 680 - Centro, Belo Horizonte/MG - CEP 30160-912