Blog

    O ano de 2023 está chegando ao fim, e é hora de começar a pensar em como se preparar financeiramente para 2024. Afinal, com a inflação alta e a economia instável, é importante ter um plano para garantir a sua segurança financeira. 

    O aumento dos preços dos alimentos, da gasolina e da energia elétrica está afetando o orçamento de todos. Se você está com dificuldades para se organizar financeiramente no dia a dia, este artigo é para você. Aqui, no Blog Mercantil, vamos apresentar algumas dicas práticas que você pode aplicar na sua rotina para se preparar para 2024. 

    O que é planejamento financeiro?

    Quando falamos em planejamento, a primeira coisa que pode vir em mente é a ideia de se preparar para o futuro. Já em planejamento financeiro, a ideia é essa também. Em resumo, este é o processo de organizar e administrar seus recursos para alcançar seus objetivos financeiros, sejam eles de curto, médio ou longo prazo. 

    Por exemplo, quantas vezes você já se viu no final do mês, com o dinheiro acabando antes do que você imaginava? Com esse planejamento, você pode evitar essa situação e ter mais controle sobre suas finanças, sem tantas preocupações. Além disso, é um processo simples e fácil que pode ser feito por qualquer pessoa, independente de sua situação. Basta ter disciplina e seguir a programação feita. 

    Leia mais: Como quitar dívidas com bancos e retomar o controle financeiro

    Como fazer um planejamento financeiro?

    Você já se perguntou se está no controle das suas finanças? Se não, é hora de começar a pensar nisso. Um bom planejamento é essencial para ter uma vida financeira saudável e sem muita apreensão. Com as dicas que vamos apresentar a seguir, você vai poder controlar seus gastos e assim economizar dinheiro.

    1. Avaliação financeira

    Caso você esteja se perguntando como realizar um plano eficiente, o primeiro passo é fazer uma avaliação financeira. Isso significa entender como está a sua situação atual, incluindo suas receitas, despesas e objetivos. 

    De começo, liste todas as suas receitas. Após isso, classifique as despesas por categoria. E, por fim, identifique quais são os seus objetivos financeiros. Seguindo estes passos, fica mais fácil começar a traçar um plano para suas finanças. No entanto, essa avaliação deve ser revisada periodicamente, garantindo que ela esteja alinhada com a sua realidade atual. 

    2. Estabelecimento de metas financeiras

    Para ter uma boa educação financeira, é preciso estabelecer metas financeiras claras e alcançáveis. Mas como estabelecer essas metas? Aqui vão algumas dicas:  

    • Não deixe de pensar em seus objetivos: Pense sempre nas coisas que você pretende alcançar após controlar seus gastos;
    • Defina prazos: Tente definir prazos para atingir os objetivos;
    • Calcule o recurso que você precisa: Pense no dinheiro que você precisa economizar para atingir tal objetivo;
    • Divida a meta em pequenas etapas: Se possível, tente dividir as metas em etapas menores para você não se sobrecarregar. 

    Lembre-se que essas metas devem ser realistas. E, além disso, é importante medir o seu progresso. Por exemplo, se o seu objetivo é economizar R$2.000,00 , você pode acompanhar este progresso anotando a quantia que você economiza por mês. Em resumo, definindo estes propósitos fica mais fácil obter uma vida financeira tranquila e segura.

    3. Orçamento e controle de gastos

    Outro passo importantíssimo é a criação de um orçamento. Em geral, um orçamento pode ser um documento ou uma anotação que mostra quanto dinheiro você ganha e quanto você gasta. Para fazer um, é preciso anotar todas as receitas e despesas, mesmo que sejam pequenas. Esse processo pode ser feito manualmente por meio de um caderno ou até mesmo digitalmente por meio de ferramentas voltadas ao assunto, como uma planilha de controle de gastos, por exemplo.

    Após essa realização, você pode identificar áreas onde é possível cortar alguns gastos. Por exemplo, você pode reduzir a frequência das saídas para comer fora, cancelar assinaturas de streamings ou trocar planos de celular e internet para opções mais baratas. Assim como no tópico anterior, é importante também definir seus objetivos para começar a traçar um plano para alcançá-los. Tente sempre ser realista, sem definir metas impossíveis. 

    Além disso, reveja seu orçamento sempre que puder. Com isso, é mais fácil saber se ele ainda está alinhado com sua realidade e seus objetivos.

    4. Investimentos e poupanças

    Com a definição de suas metas, você pode começar a pensar na quantia necessária que é preciso guardar ou economizar para realizá-las. 

    Caso você queira investir, existem diversas opções de investimento no mercado. Escolha uma que seja adequada ao seu perfil de investidor e aos seus objetivos financeiros também. Se você não tem muita experiência com isso, mas quer começar a investir, o recomendado é iniciar com investimentos de baixo risco, como a poupança, por exemplo.

    O ideal é poupar pelo menos 10%. Quanto mais você poupar, mais rápido irá alcançar estes resultados. Tente definir um objetivo específico para a poupança, pensando em quanto você pode poupar por mês. E, se possível, automatize sua poupança para não haver esquecimentos durante este processo.  

    Confira: Investimentos para iniciantes: como começar?

    5. Gestão de dívidas

    Segundo especialistas, 43% da população brasileira está endividada. Se você está presente nesse meio, fique sabendo que por mais difícil que seja, é possível sair dessa situação. Para fazer a gestão das dívidas presentes, entenda primeiro a sua situação financeira, realize um levantamento de todas as suas dívidas e registre suas despesas fixas e variáveis. 

    Depois, já é possível começar a planejar a saída desse endividamento, priorizando o pagamento daquelas dívidas que possuem taxas de juros altas. Outra dica é tentar negociar as dívidas com os credores, podendo solicitar um desconto, um aumento no prazo de pagamento ou também uma redução da taxa de juros. Abaixo, vamos apresentar algumas dicas específicas que podem te ajudar: 

    • Reveja seus gastos: Analise suas despesas e veja onde você pode cortar ou reduzir estes gastos;
    • Crie uma reserva de emergência: A reserva te auxilia em imprevistos, fazendo com que você não entre em mais dívidas;
    • Seja paciente: Leva tempo para sair do endividamento, não desanime ao longo do caminho.

    Se seu momento atual for complicado e está muito difícil fazer a gestão das dívidas, existe outra possibilidade que permite você poder começar seu planejamento em 2024 sem muitas preocupações. Aqui no Banco Mercantil, oferecemos a antecipação do Saque-aniversário do FGTS, que pode agilizar a quitação de alguns débitos, facilitando ainda mais o seu planejamento financeiro para o próximo ano. A contratação é rápida e você realiza tudo por WhatsApp, sem a necessidade de sair de casa. 

    Leia também: Empréstimo para quitar dívidas: vale a pena?

    6. Planejamento tributário

    O planejamento tributário pode ter um impacto significativo em seu planejamento financeiro. Isso porque os impostos são uma das principais despesas presentes na vida de qualquer pessoa. Sendo assim, se organizar para pagar à vista ou antecipadamente impostos como IPTU e IPVA podem render ótimos descontos. 

    Caso haja alguma preocupação com a possibilidade de perder dinheiro novamente por uma declaração de imposto de renda incorreta, este planejamento pode te ajudar. Após seguir essas dicas, você pode aproveitar as isenções e deduções fiscais para reduzir o seu imposto de renda e evitar surpresas desagradáveis no futuro. 

    Leia: Como utilizar a restituição do Imposto de Renda?

    7. Reserva de emergência

    Fazer uma reserva de emergência pode ser considerado um dos pilares de um planejamento financeiro bem-sucedido. Ela é uma quantia de dinheiro que você pode guardar para se proteger de imprevistos, como perda de emprego, enfermidade ou outros eventos que podem causar a diminuição da sua renda. 

    Mas quanto dinheiro eu preciso para ter uma reserva de emergência? Não existe um valor exato, porém o ideal, se possível, é ter uma quantia equivalente de 3 a 6 meses de suas despesas mensais. No entanto, se houver alguma dificuldade que te impossibilita a guardar este valor, tente começar com o que puder e assim aumentando aos poucos essa reserva, de forma gradativa. No dia a dia, ela será crucial, proporcionando mais tempo e segurança em momentos difíceis. 

    Leia também: Demissão por justa causa tem direito ao FGTS? 

    8. Acompanhamento

    Para alcançar os seus objetivos financeiros, é essencial acompanhar o seu planejamento. Mesmo depois de idealizá-lo, muitas pessoas ainda têm dificuldade em manter as finanças sob controle.O acompanhamento é essencial para garantir que você está no caminho certo. Além disso, você pode identificar possíveis problemas de forma rápida, não perdendo tempo para tomar medidas corretivas.

    Confira algumas dicas que podem te auxiliar no acompanhamento: 

    • Faça um orçamento mensal: Como informado anteriormente, definir um orçamento pode te ajudar a controlar e monitorar suas receitas e despesas, identificando opções para economizar, por exemplo;
    • Registre as movimentações financeiras: Faça um relatório incluindo as receitas, as fontes de renda, investimentos, empréstimos e despesas;
    • Faça revisões periódicas: Revise seu planejamento pelo menos uma vez ao mês para verificar se ele está de acordo com sua realidade.  

    9. Educação financeira

    Outro ponto fundamental dentro de um bom planejamento financeiro é a presença da educação financeira. Ela auxilia no desenvolvimento dos conhecimentos e habilidades necessárias para tomar decisões financeiras acertadas.

    Essa é uma jornada que dura a vida toda. Quanto mais você souber sobre finanças, melhores serão as suas decisões. Invista nesse tipo de conhecimento e com base no aprendizado, aplique-o em seu planejamento.

    10. Preparação a longo prazo

    Você já pensou no que quer para o seu futuro? Seja qual for o seu sonho, é importante se preparar financeiramente para alcançá-lo. Com o ano chegando ao fim, pode ser difícil controlar algumas dívidas e imprevistos. Por isso, para não atrapalhar sua preparação em relação ao planejamento financeiro no próximo ano, você pode realizar o adiantamento do Saque-aniversário do Fundo de Garantia. Com ele, você garante um alívio financeiro neste final de ano, podendo usá-lo para agilizar o pagamento de algumas dívidas. 

    No Mercantil, a contratação é 100% digital, proporcionando um maior conforto para você. E, além disso, é possível adiantar até 10 parcelas do seu Fundo de Garantia. Antecipe seu FGTS com o Banco Mercantil e dê um passo à frente no seu planejamento financeiro para 2024. 

    Veja mais: Qual é o melhor banco para antecipar o FGTS?

    Qual a importância do planejamento financeiro?

    Ele pode te ajudar a entender como está gastando o seu dinheiro, onde pode economizar e como alcançar os seus objetivos. Mas por que o planejamento financeiro é tão importante? Por exemplo, se você está economizando para comprar uma casa ou um carro, realizar um planejamento pode te ajudar a calcular a quantia que você precisa economizar por mês e quanto tempo vai levar para atingir este objetivo. Com isso, você tem uma visão mais ampla da sua situação financeira e acaba obtendo um maior controle dela no dia a dia.

    Como abordado anteriormente, um plano muito bem arquitetado traz mais segurança e tranquilidade em pouco tempo. Se você ainda não possui um planejamento e pretende começar o ano de 2024 com o pé direito, inicie hoje mesmo. É um processo simples, no qual existem muitos recursos disponíveis que podem ajudar nesse começo. 

    Deseja receber conteúdos exclusivos do Banco Mercantil? Siga-nos nas redes sociais! No Facebook, YouTube, Instagram e no LinkedIn você terá acesso a dicas financeiras e mais informações sobre nossos produtos e serviços. Conte conosco e faça parte da nossa comunidade!

    Redação Mercantil

    250 artigos publicados

    Com mais de 250 agências, 7 milhões de clientes e 80 anos de mercado, o Banco Mercantil é o primeiro do Brasil a se inspirar na experiência do público 50+ para desenvolver soluções especialmente voltadas para a juventude prateada. A Redação do banco está sempre em busca de simplificar esse universo, com dicas de investimento, economia, planejamento financeiro e estilo de vida personalizadas para você.

    Compartilhar

    Navegue pelo sumário

      Recentes

      FGTS

      Navegue pelo sumário

        Também pode te interessar

        +Dinheiro

        +Dinheiro

        +Dinheiro

        +Dinheiro

        +Dinheiro

        +Dinheiro

        Banco Mercantil do Brasil S.A. 17.184.037/0001-10
        Av. do Contorno, 5.800. Andares 11º, 12º, 13º, 14º e 15º. Savassi - Belo Horizonte - MG 30.110-042