Blog

    Em junho de 2023, os planos de saúde individuais e familiares tiveram novamente um reajuste autorizado pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). Dessa vez, o percentual foi de 9,63%. Entretanto, como nem toda população brasileira pode pagar mensalmente por convênios de saúde, muitas vezes o que acaba despreocupando o/a trabalhador/a em caso de acidentes ou doenças, são os benefícios do governo.

    Alguns desses benefícios previdenciários são fundamentais para a proteção social das pessoas que moram no Brasil em momentos de adversidade, como é o caso do auxílio-doença e do auxílio-acidente. Ambos têm o objetivo de  te amparar caso esteja em uma situação de incapacidade temporária ou permanente para o trabalho em decorrência de doença, acidente ou sequelas.

    Esses benefícios são parte integrante do sistema previdenciário brasileiro, proporcionando à você uma rede de segurança financeira e apoio médico para enfrentar tais circunstâncias. Confira a seguir, aqui no Banco Mercantil, todas as informações sobre esse tipo de benefício e como solicitar.

    O que é o Auxílio-doença e Auxílio-Acidente?

    O auxílio-doença e o auxílio-acidente são benefícios previdenciários concedidos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) a quem, por algum motivo, ficam incapacitados/as de exercer suas atividades laborais.

    O auxílio-doença é concedido em situações temporárias de incapacidade para o trabalho, seja por doença ou acidente, desde que o afastamento seja superior a 15 dias consecutivos. Já o auxílio-acidente é concedido em casos de acidente de qualquer natureza que resulte em sequela permanente que reduza a capacidade de trabalho da pessoa. Esses benefícios têm como objetivo te proteger em situações de vulnerabilidade e garantir a manutenção de sua renda durante o período de incapacidade ou adaptação.

    Em resumo, o auxílio-doença e o auxílio-acidente representam importantes mecanismos de proteção social, amparando a população em momentos de vulnerabilidade devido a doenças, acidentes ou sequelas. Esses benefícios refletem a preocupação do sistema previdenciário brasileiro em oferecer suporte financeiro e assistência médica a quem estiver em situações de dificuldade temporária ou permanente, contribuindo para uma sociedade mais justa e equitativa, principalmente àqueles que não possuem plano de saúde.

    Quais são os requisitos para solicitar o auxílio doença?

    Para solicitar o auxílio-doença, você precisa cumprir alguns requisitos estabelecidos pelo INSS. É necessário ter qualidade de segurado, ou seja, estar em dia com as contribuições previdenciárias, e comprovar a incapacidade temporária para o trabalho por meio de perícia médica realizada pelo próprio INSS. 

    Além disso, é exigido o cumprimento do período de carência, que consiste na comprovação de pelo menos 12 contribuições mensais. Nos casos de acidentes ou doenças especificadas em lei, como tuberculose ativa, hanseníase, câncer e HIV, a carência não é exigida, permitindo o acesso imediato ao benefício.

    Veja também: Pensão por morte: o que é, quais os tipos e como solicitar

    Quais são as doenças que dão direito ao auxílio doença?

    Alguns exemplos de doenças que podem ser consideradas para a aprovação do auxílio-doença são:

    • Doenças osteomusculares, como hérnia de disco e tendinite; 
    • Doenças mentais, como depressão e transtornos de ansiedade; 
    • Doenças cardiovasculares, como infarto agudo do miocárdio e insuficiência cardíaca; 
    • Doenças respiratórias, como asma e doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC); 
    • Doenças oncológicas, como câncer; 
    • Doenças reumatológicas, como artrite reumatoide e lúpus; entre outras. 

    Cada caso é avaliado individualmente por meio de perícia médica do INSS para verificar a incapacidade laboral do segurado e conceder o benefício de acordo com a gravidade e a evolução da doença.

    Qual o valor máximo que o INSS para de auxílio doença e auxílio acidente?

    O valor máximo que o INSS paga de auxílio-doença e auxílio-acidente é limitado pelo teto do salário de benefício estabelecido pela Previdência Social. Sendo assim, o salário de benefício é calculado com base nas contribuições previdenciárias feitas por você. Esse teto é atualizado anualmente e pode variar de acordo com os reajustes determinados pelo governo. Portanto, o valor máximo que o INSS paga de auxílio-doença e auxílio-acidente corresponderá ao limite do teto do salário de benefício vigente no período em que o benefício é concedido. O valor do auxílio não pode ser menor que o salário mínimo vigente. 

    O Banco Mercantil também possui um programa de descontos feito exclusivamente para atender as necessidades dos brasileiros e brasileiras que procuram pelos melhores preços e benefícios: o BM+. Com o BM+, você terá descontos de até 40% em grandes farmácias, facilitando a compra de medicamentos no período de tratamento.

    Quem recebe auxílio-doença ou auxílio acidente tem direito ao saque do FGTS?

    As pessoas que recebem o auxílio-doença e o auxílio-acidente têm direito ao saque do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). O FGTS pode ser sacado para complementar a sua renda durante o período de afastamento, auxiliar nos custos com tratamento médico, adquirir equipamentos e fazer adaptações necessárias, investir em capacitação ou requalificação profissional, pagar dívidas ou reduzir encargos, entre outras finalidades.

    Como posso solicitar o saque do FGTS enquanto estou recebendo auxílio-doença ou auxílio-acidente?

    Para solicitar o saque do FGTS enquanto se está recebendo o auxílio-doença ou auxílio-acidente, você deve comparecer a uma agência da Caixa Econômica Federal ou a um correspondente bancário portando os documentos necessários, que geralmente incluem: documento de identificação com foto, número do PIS/PASEP, Carteira de Trabalho e comprovante de afastamento por auxílio-doença ou auxílio-Acidente emitido pelo INSS. 

    Você ainda pode antecipar o seu saque aniversário do FGTS com o Banco Mercantil. Se você tem saldo no FGTS e optou pela modalidade Saque Aniversário, não precisa esperar para resgatar o que você tem direito: o Banco Mercantil libera o seu dinheiro no mesmo dia! Você nem precisa se preocupar com o pagamento, porque o valor é debitado diretamente do seu fundo de garantia. Siga o passo a passo:

    1. Consulte o saldo do seu FGTS: no app, você também consulta o seu saldo e o valor da parcela anual do seu saque-aniversário. Pelo Banco Mercantil você antecipa até 10 parcelas com taxa de 1,49% a.m. Ao invés de sacar uma parte a cada ano, você recebe um valor maior.
    2. Confirme sua opção pelo Saque Aniversário (app FGTS): você pode fazer isso pelo próprio celular, baixando o app FGTS. O Saque Aniversário permite que você retire uma parte do seu fundo de garantia todos os anos, no mês do seu aniversário. O valor irá depender do seu saldo total do FGTS.
    3. Contrate a antecipação do Saque Aniversário FGTS: o dinheiro da antecipação do Saque Aniversário FGTS cai na sua conta no mesmo dia, sem você precisar ir à agência. Contrate pelo seu WhatsApp, sem burocracia e com segurança. O Banco Mercantil tem 80 anos de mercado e toma todos os cuidados para garantir a sua tranquilidade.
    Antecipar FGTS com a melhor taxa do mercado

    Quais as vantagens de sacar o FGTS para quem recebe auxílio-doença ou auxílio-acidente?

    Sacar o FGTS enquanto se recebe o auxílio-doença ou o auxílio-acidente pode oferecer diversas vantagens e benefícios para você, permitindo uma melhor conciliação entre os benefícios previdenciários e suas necessidades financeiras e de saúde. Algumas das principais vantagens são:

    • Complemento de renda: O saque do FGTS pode servir como uma fonte adicional de renda para você em caso de afastamento, auxiliando na manutenção do seu padrão de vida durante o período de afastamento por doença ou acidente.
    • Custos com tratamento médico: O saque do FGTS possibilita que você utilize o dinheiro para cobrir despesas com tratamentos médicos, medicamentos, exames ou procedimentos de saúde não cobertos pelo plano de saúde ou pelo benefício previdenciário.
    • Aquisição de equipamentos e adaptações: No caso de sequelas permanentes que demandem adaptações no ambiente doméstico ou de trabalho, o FGTS pode ser utilizado para adquirir equipamentos ou realizar modificações para tornar sua vida mais acessível e confortável.
    • Investimento em capacitação ou requalificação profissional: Se você for afastado/a por longo período pode aproveitar o saque do FGTS para investir em cursos de capacitação ou requalificação profissional, visando ampliar suas habilidades e oportunidades de retorno ao mercado de trabalho após a recuperação.
    • Pagamento de dívidas ou redução de encargos: Caso você tenha dívidas atrasadas, o FGTS pode ser uma forma de quitar ou reduzir esses débitos, evitando o acúmulo de juros e possibilitando uma reorganização financeira.
    • Garantia de independência financeira: O saque do FGTS durante o afastamento pode trazer mais segurança e autonomia à você, permitindo que tenha maior controle sobre suas finanças e tome decisões alinhadas às suas necessidades imediatas.
    • Melhoria da qualidade de vida: Ao utilizar o FGTS para cobrir despesas médicas, adaptar o ambiente ou investir em capacitação, você pode experimentar uma melhoria significativa na sua qualidade de vida, tornando o período de afastamento menos desafiador e mais produtivo.

    É importante ressaltar que o saque do FGTS deve ser feito com responsabilidade e planejamento, levando em consideração as suas prioridades e necessidades no momento em que se encontra afastado por doença ou acidente. A utilização consciente desse recurso pode fazer a diferença na sua vida, garantindo-lhe mais estabilidade financeira e melhores oportunidades futuras.

    Preciso apresentar algum documento específico para sacar o FGTS enquanto estou no Auxílio-Doença ou Auxílio-Acidente?

    Para sacar o FGTS enquanto se está recebendo o auxílio-doença ou o auxílio-acidente, é necessário apresentar alguns documentos específicos. Geralmente, são exigidos o documento de identificação com foto, o número do PIS/PASEP, a Carteira de Trabalho e o comprovante de afastamento por auxílio-doença ou auxílio-acidente emitido pelo INSS. Além disso, é possível que a Caixa Econômica Federal solicite outros documentos adicionais para fins de verificação e análise do pedido de saque.

    Existe um prazo para realizar o saque do FGTS após a concessão do Auxílio-Doença ou Auxílio-Acidente?

    Você deve efetuar o saque no período de até 90 dias a partir da data da concessão do benefício pelo INSS. Caso o saque não seja realizado nesse prazo, é necessário aguardar até o próximo mês de seu aniversário para efetuar o saque no caso de saque-aniversário ou até o término do afastamento em caso de saque-rescisão.

    O saque do FGTS afeta o valor ou a duração do meu Auxílio-Doença ou Auxílio-Acidente?

    O saque do FGTS enquanto se está recebendo o auxílio-doença ou o auxílio-acidente não afeta o valor ou a duração do benefício. O FGTS é um fundo de direito do/a trabalhador/as e seu saque não interfere nos pagamentos dos benefícios previdenciários. O auxílio-doença e o auxílio-acidente são concedidos pelo INSS e têm regras próprias para cálculo e duração, independentemente do saque do FGTS.

    • Se você tem saldo no FGTS e optou pela modalidade Saque Aniversário, não precisa esperar para resgatar o que você tem direito: o Banco Mercantil libera agora o seu dinheiro!

    Posso sacar o FGTS de todas as contas vinculadas (ativas e inativas) enquanto recebo Auxílio-Doença ou Auxílio-Acidente?

    É possível sacar o FGTS de todas as contas vinculadas (ativas e inativas) enquanto se recebe o auxílio-doença ou o auxílio-acidente. Se vocêe estiver afastado por motivo de doença ou acidente e estiver recebendo um desses benefícios, tem o direito de efetuar o saque do FGTS de todas as contas existentes em seu nome.

    O saque do FGTS é um direito seu e, mesmo estando afastado/a do trabalho e recebendo o auxílio-doença ou o auxílio-acidente, você não é impedido de utilizar o saldo das contas vinculadas para suprir suas necessidades financeiras ou realizar investimentos importantes. Vale lembrar que o saque do FGTS enquanto se está recebendo esses benefícios pode ser útil para complementar a renda durante o período de afastamento e também para arcar com despesas relacionadas ao tratamento médico ou adaptações necessárias em caso de sequela permanente.

    Portanto, caso você esteja afastado/a do trabalho e recebendo o auxílio-doença ou o auxílio-acidente pode sacar o FGTS de todas as suas contas vinculadas junto à Caixa Econômica Federal, seja de contas ativas, referentes ao emprego atual, ou de contas inativas, que correspondem a empregos anteriores. Esse direito assegura à você maior flexibilidade financeira durante o período em que estiver recebendo os benefícios previdenciários.

    Programa BM+: Programa de desconto do Banco Mercantil

    O Banco Mercantil possui um programa de descontos feito exclusivamente para atender as necessidades dos brasileiros e brasileiras que procuram pelos melhores preços e benefícios: o BM+. Além de descontos, o programa tem soluções pensadas especialmente para você que está recebendo o benefício de auxílio-doença ou auxílio acidente, como descontos de até 40% em grandes farmácias e muito mais descontos em grandes estabelecimentos do país.

    Gostou da ideia? Fale com a Mel! Ela é a nossa assistente virtual e está à disposição no WhatsApp para conversar e tirar todas as suas dúvidas sobre o BM+ e demais serviços do Banco Mercantil.

    Redação Mercantil

    250 artigos publicados

    Com mais de 250 agências, 7 milhões de clientes e 80 anos de mercado, o Banco Mercantil é o primeiro do Brasil a se inspirar na experiência do público 50+ para desenvolver soluções especialmente voltadas para a juventude prateada. A Redação do banco está sempre em busca de simplificar esse universo, com dicas de investimento, economia, planejamento financeiro e estilo de vida personalizadas para você.

    Compartilhar

    Navegue pelo sumário

      Recentes

      FGTS

      Navegue pelo sumário

        Também pode te interessar

        FGTS

        FGTS

        FGTS

        FGTS

        FGTS

        FGTS

        Banco Mercantil do Brasil S.A. 17.184.037/0001-10
        Av. do Contorno, 5.800. Andares 11º, 12º, 13º, 14º e 15º. Savassi - Belo Horizonte - MG 30.110-042