Blog

    O saque parcelado do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) representa uma importante opção oferecida aos trabalhadores brasileiros, permitindo o acesso a parte do saldo acumulado ao longo do tempo de serviço. Esse sistema, implantado para atender situações específicas, proporciona a retirada do benefício de forma segmentada, possibilitando uma gestão mais flexível, seja para fins de quitação de dívidas, investimentos ou outras finalidades. Confira a seguir aqui no Blog Mercantil todas as informações sobre a modalidade de saque parcelado da antecipação FGTS.

    O que é o parcelamento FGTS ou saque parcelado do FGTS?

    Quando falamos de parcelamento FGTS, exemplificamos a maneira como você poderá receber o seu dinheiro. Trata-se de um recebimento anual ou de acordo com a sua solicitação, que pode contar com o saque de até 10 parcelas antecipadas do seu Saque-Aniversário do FGTS

    Para realizar essa transação, primeiramente é necessário escolher no aplicativo da Caixa a opção de Saque-Aniversário. A possibilidade desta antecipação pode ser feita com o Banco Mercantil sem a necessidade de ter conta em nosso banco. O valor cai na conta de sua preferência.

    Veja também: Tudo sobre gerenciamento do parcelamento FGTS

    Quais são os critérios para poder realizar o saque parcelado do FGTS?

    Primeiro, você deve solicitar a troca da modalidade saque-rescisão para saque aniversário no APP FGTS. Em seguida, para antecipar o Saque Aniversário FGTS e receber o valor em até 10 parcelas pelo Banco Mercantil, você precisa:

    • Ser maior de 18 anos;
    • Possuir saldo FGTS em conta;
    • Autorizar o Banco Mercantil a acessar as informações do seu FGTS.

    Como posso solicitar o saque parcelado do FGTS?

    Para solicitar o adiantamento das parcelas do saque FGTS, é necessário verificar se você está contemplado na modalidade de Saque-Aniversário. Uma vez confirmada a elegibilidade para o Saque-Aniversário, entre em contato com o Banco Mercantil pelo WhatsApp para obter informações sobre como iniciar o processo de solicitação. 

    A antecipação do Saque-Aniversário é a opção disponível para receber o seu FGTS dessa forma. Isso porque após a aprovação, você pode receber o pagamento antecipado de até 10 parcelas do seu saque de aniversário FGTS, conforme solicitação.
    Veja também: Como funciona o processo de solicitação do parcelamento FGTS

    Quais documentos são necessários para solicitar o saque parcelado do FGTS?

    Durante a contratação do Saque Aniversário FGTS antecipado com o Banco Mercantil, pediremos foto dos dois lados do RG ou da CNH dentro da validade e emitidos há, no máximo, 10 anos. É importante que as fotos sejam tiradas em um ambiente bem iluminado e os dados estejam legíveis.

    Para garantirmos sua segurança, pedimos também a gravação de um vídeo com uma frase-chave que será passada. Você precisará estar sem adereços que dificultem a identificação do seu rosto, como máscaras e óculos escuros. Evite lugares muito movimentados e fique atento para que o vídeo seja gravado em um ambiente bem iluminado, com o som ativo e com a câmera no modo selfie.

    Existe um limite para o valor do saque parcelado do FGTS?

    Não. A modalidade de saque-aniversário permite retiradas anuais de uma parcela do saldo, e o valor disponível para saque depende do montante acumulado na conta do trabalhador. 

    Porém, quando se trata das parcelas de antecipação do Saque-Aniversário, não existe um limite estabelecido. O saque é determinado de acordo com o saldo disponível do seu FGTS. 

    Veja também: Fazer empréstimo FGTS a partir de 50 reais é possível?

    Saque Aniversário FGTS Banco Mercantil

    Como é determinado o número de parcelas para o saque do FGTS?

    A quantidade de saques realizados através da antecipação do FGTS é determinada pelo banco responsável que irá realizar o procedimento. Com o Banco Mercantil, você pode antecipar até 10 parcelas do seu Saque Aniversário FGTS e utilizar como quiser.

    Há juros ou taxas aplicados ao saque parcelado do FGTS?

    Na modalidade de antecipação do saque FGTS oferecida pelo Banco Mercantil, os clientes adiantam parte do valor do saque-aniversário do FGTS. Geralmente, essa antecipação está sujeita a juros e encargos, pois se trata de um empréstimo ou adiantamento disponibilizado pelo banco.

    Os juros aplicados na antecipação do saque do FGTS podem variar de acordo com as condições negociadas com o cliente. Esses juros são cobrados sobre o valor adiantado e são estabelecidos no momento da contratação do serviço.

    Como o saque parcelado do FGTS afeta o saldo restante da minha conta FGTS?

    O saque parcelado do FGTS, proveniente do saque-aniversário, afeta o saldo remanescente da sua conta FGTS de forma direta. Quando você realiza o saque parcelado, está retirando uma parte do saldo disponível na sua conta vinculada ao FGTS.

    Por exemplo, se você optar pelo saque-aniversário e realizar um saque de determinado valor em um ano específico, esse valor retirado reduzirá o saldo disponível na sua conta FGTS. O restante do saldo na conta continuará lá, mantendo-se sujeito à correção monetária e aos rendimentos conforme as regras estabelecidas para o FGTS.

    O saque parcelado do FGTS está disponível para todos os trabalhadores?

    O saque parcelado do FGTS, conhecido como saque-aniversário, está disponível para todos os trabalhadores que possuem contas ativas ou inativas no Fundo de Garantia. No entanto, cabe ressaltar que essa modalidade é opcional e o/a trabalhador/a precisa manifestar interesse em aderir a ela. 

    Além disso, uma vez optado pelo saque-aniversário, o/a trabalhador/a abre mão do direito de sacar o valor total do FGTS em caso de demissão sem justa causa, mantendo apenas o direito à multa rescisória de 40%. Portanto, a adesão ao saque-aniversário requer análise cuidadosa das vantagens e desvantagens, considerando as suas necessidades individuais.

    Veja também: Posso sacar meu FGTS mesmo trabalhando?

    Posso solicitar o saque parcelado do FGTS se estiver desempregado?

    Sim. A antecipação de parcelas do saque FGTS pode ser realizada independente de se estar trabalhando ou não. O que vai definir a autorização da solicitação é o saldo disponível no seu FGTS para suprir o valor a ser sacado e as taxas da transação.

    Veja também: “Fiz empréstimo do FGTS e fui demitido”. Saiba o que fazer nessa situação

    O que acontece se eu perder meu emprego durante o saque parcelado do FGTS?

    Se você estiver realizando o saque parcelado do FGTS na modalidade saque-aniversário e perder seu emprego involuntariamente (demissão sem justa causa), a situação muda em relação ao acesso aos valores do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço.

    Quando ocorre a demissão sem justa causa, a pessoa que está no saque-aniversário mantém o direito à multa rescisória de 40% sobre o saldo da conta FGTS, porém, não poderá sacar imediatamente o valor integral do saldo da conta, uma vez que optou por essa modalidade de saque.

    Como posso verificar o saldo restante do meu FGTS durante o saque parcelado?

    Para verificar o saldo restante do seu FGTS durante o parcelamento FGTS, você pode utilizar diferentes canais disponibilizados pela Caixa Econômica Federal, que é responsável pela gestão do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. Aqui estão algumas opções:

    • Site da Caixa: Acesse o site oficial da Caixa Econômica Federal e faça login na sua conta utilizando seu CPF, número do NIS (PIS/PASEP) e senha cadastrada. Lá, você poderá verificar o saldo disponível no seu FGTS.
    • Aplicativo FGTS: Baixe o aplicativo oficial FGTS da Caixa Econômica Federal no seu smartphone. Faça login utilizando suas credenciais e consulte o saldo do FGTS.
    • Internet Banking: Se você já utiliza o internet banking da Caixa, é possível verificar o saldo do FGTS por meio desse canal, seguindo os passos de acesso ao seu FGTS.
    • SMS: A Caixa também disponibiliza um serviço de notificações via SMS. Você pode se cadastrar para receber informações sobre o saldo do FGTS e movimentações na sua conta.

    Lembre-se de que é importante ter em mãos seu número do PIS/PASEP, CPF e, em alguns casos, a senha de acesso para realizar essas consultas. Essas opções podem ser acessadas de maneira fácil e segura para verificar o saldo restante do seu FGTS durante o saque parcelado.

    Saque Aniversário FGTS Banco Mercantil

    Como o saque parcelado do FGTS afeta o rendimento da minha conta FGTS?

    Ao optar pelo saque-aniversário, você mantém o valor total do saldo existente na conta vinculada ao FGTS, porém, passa a ter a possibilidade de sacar anualmente uma parcela desse saldo. Isso significa que o valor disponível para saque é uma parte do saldo existente na conta na data do seu aniversário.

    Os rendimentos do FGTS continuam a ser calculados sobre o saldo total da conta, não sendo afetados pelo saque parcelado. Dessa forma, o valor do saque não influencia diretamente nos rendimentos futuros do FGTS, já que estes são calculados sobre o saldo remanescente da conta.

    Posso fazer o saque parcelado do FGTS de várias contas ao mesmo tempo?

    O saque parcelado do FGTS, na modalidade saque-aniversário, está vinculado a cada conta individual do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço. Isso significa que se você tiver mais de uma conta de FGTS, ativa ou inativa, o saque-aniversário deve ser solicitado separadamente para cada uma delas.

    Cada conta de FGTS é tratada de maneira independente para fins de saque. Portanto, se você deseja realizar o saque-aniversário de múltiplas contas do FGTS, precisará solicitar individualmente para cada uma delas, seguindo os procedimentos estabelecidos pela Caixa Econômica Federal.

    Como são calculados os valores das parcelas do saque do FGTS?

    As parcelas adiantadas desse tipo de serviço são calculadas com base no valor que você tem no FGTS. Geralmente, o cálculo dos valores das parcelas adiantadas considera o montante que você teria direito a sacar anualmente no saque-aniversário do FGTS, conforme a tabela de percentuais estabelecida pela Caixa Econômica Federal. 

    O banco antecipa uma parte desse valor total, e as parcelas são calculadas de acordo com o montante adiantado, as taxas de juros, encargos e o prazo para pagamento acordado entre o cliente e o banco.

    Quais são as datas de pagamento das parcelas do saque do FGTS?

    Aqui está um exemplo de tabela com as datas de saque-aniversário do FGTS com base no calendário divulgado pela Caixa Econômica Federal:

    Mês de AniversárioPeríodo para Saque-Aniversário
    JaneiroDe janeiro a março
    FevereiroDe fevereiro a abril
    MarçoDe março a maio
    AbrilDe abril a junho
    MaioDe maio a julho
    JunhoDe junho a agosto
    JulhoDe julho a setembro
    AgostoDe agosto a outubro
    SetembroDe setembro a novembro
    OutubroDe outubro a dezembro
    NovembroDe novembro a janeiro
    DezembroDe dezembro a fevereiro

    Neste exemplo, se você nasceu em abril, por exemplo, poderá realizar o saque-aniversário do FGTS entre os meses de abril e junho do ano correspondente. As datas são estabelecidas de acordo com o seu mês de nascimento e determinam o período em que você poderá efetuar o saque-aniversário anualmente.

    Já a antecipação do FGTS com o Banco Mercantil permite que você retire o valor em qualquer momento em até 10 parcelas, e não só necessariamente no mês do seu aniversário.

    Saque Aniversário FGTS Banco Mercantil

    Posso usar o saque parcelado do FGTS para quitar dívidas?

    Sim, você pode utilizar o valor sacado do FGTS, seja na modalidade tradicional de saque ou no saque-aniversário, para quitar dívidas. No entanto, é importante considerar alguns pontos antes de utilizar esses recursos para esse fim.

    Se você está enfrentando dificuldades financeiras e possui dívidas com juros altos, como cartão de crédito ou empréstimos com taxas elevadas, usar o FGTS para quitar essas dívidas pode ser uma opção interessante, pois muitas vezes os juros cobrados por essas dívidas são superiores aos rendimentos do FGTS.

    Contudo, antes de decidir usar o FGTS para quitar dívidas, é essencial avaliar a situação como um todo. Considere a urgência da quitação das dívidas, os valores dos juros cobrados, eventuais despesas futuras e a necessidade de ter uma reserva financeira para emergências.

    Se a quitação das dívidas contribuir para a sua estabilidade financeira e não comprometer a sua segurança financeira futura, utilizar o FGTS pode ser uma alternativa válida. 

    Veja também: 18 dicas de como quitar dívidas com saque FGTS

    Posso realizar o saque parcelado do FGTS se tiver outros empréstimos ativos?

    Sim, é possível realizar o saque parcelado do FGTS mesmo se você tiver outros empréstimos ativos. A modalidade de saque-aniversário não te impede de ter outros compromissos financeiros, como empréstimos ou financiamentos. No entanto, é importante considerar o seu planejamento financeiro de forma abrangente antes de optar por sacar parte do FGTS.

    Vale lembrar que o saque-aniversário não interfere nos demais empréstimos que você possa ter, a menos que exista alguma cláusula específica nos contratos desses empréstimos que possa ser impactada pelo saque do FGTS.

    Sempre é recomendável analisar sua situação financeira, suas dívidas, e verificar se é vantajoso para você optar pelo saque do FGTS parcelado, considerando suas necessidades e prioridades financeiras.

    Posso realizar o saque parcelado do FGTS para comprar uma casa?

    A antecipação do FGTS não é direcionada especificamente para a compra de uma casa ou imóvel. Ela se trata de um adiantamento dos valores futuros do saque-aniversário do FGTS, disponibilizando uma parte desse montante antes da data prevista para o saque.

    Se o seu objetivo é utilizar esses recursos para a compra de uma casa, seria mais indicado explorar a modalidade de saque específica para aquisição da casa própria, conhecida como saque-rescisão do FGTS. Nessa modalidade, você pode utilizar os recursos do FGTS para dar entrada, pagar prestações ou quitar o saldo devedor de financiamento imobiliário, desde que atenda aos critérios estabelecidos pela Caixa Econômica Federal.

    O saque parcelado do FGTS afeta meu direito ao seguro-desemprego?

    O saque parcelado do FGTS na modalidade saque-aniversário não afeta diretamente o direito ao seguro-desemprego. No entanto, é importante entender que a opção pelo saque-aniversário pode impactar indiretamente, especialmente se você vier a ser demitido sem justa causa.

    Ao optar pelo saque-aniversário, você abrirá mão do direito de sacar o valor total do FGTS em caso de demissão sem justa causa. Nesse caso, ele mantém apenas o direito à multa rescisória de 40% sobre o saldo existente na conta do FGTS, mas não poderá sacar o valor integral.

    Se você estiver recebendo o saque-aniversário e, posteriormente, for demitido sem justa causa, só poderá sacar a quantia disponível para o saque-aniversário naquele ano, não tendo acesso ao restante do saldo do FGTS. Isso pode impactar indiretamente a situação financeira em caso de desemprego.

    O saque parcelado do FGTS pode ser usado para investir em um negócio?

    O saque parcelado do FGTS na modalidade de saque-aniversário não é destinado especificamente para investimentos em um negócio próprio, mas pode ser utilizado para essa finalidade. Este tipo de saque, por natureza, permite retirar anualmente uma parte do saldo disponível em sua conta do FGTS, de acordo com as regras estabelecidas pela Caixa Econômica Federal.

    Os recursos do FGTS, quando sacados nessa modalidade, podem ser utilizados livremente, seja para investimentos, pagamento de dívidas, gastos pessoais ou outros fins. No entanto, é importante considerar alguns pontos antes de utilizar esses recursos para investir em um negócio:

    • Planejamento financeiro: Avalie se utilizar esses recursos é a melhor opção para o investimento no seu negócio. Considere as condições do mercado, o plano de negócios, riscos e oportunidades antes de tomar essa decisão.
    • Riscos: Utilizar o FGTS para investir em um negócio próprio envolve riscos, pois esse fundo é uma reserva financeira que pode ser importante para emergências ou situações imprevistas.
    • Orientação especializada: Antes de tomar qualquer decisão de investimento, é sempre recomendável buscar a orientação de um especialista financeiro, consultor ou contador para avaliar os impactos financeiros e legais dessa utilização dos recursos do FGTS.

    Portanto, embora o saque-aniversário do FGTS permita que você utilize os recursos para diversos fins, incluindo investimentos, é fundamental ponderar os prós e contras, realizar um planejamento cuidadoso e buscar orientação especializada antes de tomar qualquer decisão.
    Veja também: Como Investir o Dinheiro do FGTS (Guia Completo)

    Posso usar o saque parcelado do FGTS para pagar despesas médicas?

    O saque parcelado do FGTS na modalidade de saque-aniversário também não prevê um direcionamento específico para despesas médicas, mas pode ser utilizado para essa finalidade caso deseje.

    Como posso entrar em contato com o atendimento ao cliente sobre o saque parcelado do FGTS?

    Caso sua antecipação do FGTS tiver sido feita através do Banco Mercantil, oferecemos suporte pela Central de Atendimento (SAC) – WhatsApp ou ligações: 0800 70 70 398 | Ouvidoria: 0800 70 70 384. 

    Veja também: Qual é o melhor banco para antecipar o FGTS?

    Saque Aniversário FGTS Banco Mercantil

    É possível sacar todo o FGTS de uma vez em vez de parcelado?

    Sim, é possível sacar todo o saldo do FGTS de uma vez, em vez de optar pelo saque parcelado. Geralmente, existem algumas situações em que você terá direito ao saque integral do FGTS, como:

    • Demissão sem justa causa: Nesse caso, você pode sacar todo o saldo existente na conta vinculada ao FGTS, além de receber a multa rescisória de 40%.
    • Aposentadoria: Ao se aposentar, você poderá sacar todo o saldo do FGTS.
    • Compra da casa própria: O FGTS pode ser utilizado para aquisição de imóvel residencial, possibilitando o saque do saldo total.
    • Doença grave: Em situações específicas, você ou seus dependentes podem ter acesso ao saldo total do FGTS.

    Porém, é essencial verificar as regras vigentes e as condições específicas para cada situação, já que existem requisitos e procedimentos específicos para cada uma delas. Além disso, ao optar pelo saque total, algumas modalidades, como o saque-aniversário, são suspensas.

    É possível realizar o saque parcelado do FGTS após a aposentadoria?

    Sim, é possível realizar o saque parcelado do FGTS após a aposentadoria. Após se aposentar, você terá opção de continuar sacando o FGTS na modalidade saque-aniversário, se assim desejar. No entanto, é importante ressaltar que ao se aposentar, já é possível sacar todo o saldo existente na conta do FGTS de uma só vez, caso opte por essa modalidade de saque.

    Veja também: Como dar entrada na aposentadoria por idade?

    É possível solicitar o saque parcelado do FGTS no exterior?

    Sim, é possível solicitar o saque parcelado do FGTS estando no exterior, desde que você atenda aos requisitos estabelecidos para cada modalidade de saque. Para realizar a solicitação estando fora do Brasil, é necessário seguir alguns procedimentos:

    • Canais online: Utilize os canais online disponibilizados pela Caixa Econômica Federal, como o site oficial ou o aplicativo FGTS. Acesse sua conta utilizando seus dados de login (CPF, número do PIS/PASEP e senha) para solicitar o saque-aniversário ou verificar os procedimentos necessários.
    • Representação diplomática: Em alguns casos, é possível realizar a solicitação em uma embaixada ou consulado brasileiro no país onde você está. Eles podem fornecer orientações sobre como proceder ou auxiliar no processo de solicitação.
    • Procuração: Se você possui um procurador no Brasil, é possível designá-lo para agir em seu nome e realizar os trâmites necessários junto à Caixa Econômica Federal para o saque do FGTS.

    Certifique-se de ter todos os documentos necessários e seguir os procedimentos exigidos para realizar a solicitação estando no exterior. É importante também estar ciente de que as regras podem variar e é sempre bom consultar a Caixa ou buscar orientações junto aos órgãos competentes para garantir que o processo seja feito corretamente.

    O saque parcelado do FGTS pode ser bloqueado por dívidas judiciais?

    Sim, o parcelamento FGTS, seja na modalidade tradicional ou no saque-aniversário, pode ser bloqueado por dívidas judiciais. Em algumas situações específicas, como em casos de execução de dívidas trabalhistas, pensões alimentícias ou outras dívidas reconhecidas judicialmente, é possível que haja bloqueio ou retenção do valor a ser sacado do FGTS para quitar essas dívidas.

    Nesses casos, se houver uma ordem judicial determinando o bloqueio ou retenção de valores do FGTS para o pagamento de dívidas, a Caixa Econômica Federal pode efetuar essa retenção diretamente no momento em que o saque é solicitado. O montante retido será destinado ao pagamento das dívidas reconhecidas judicialmente, conforme determinado pela ordem judicial.
    Portanto, se você possui pendências judiciais, é importante consultar um advogado ou profissional especializado para entender como essas dívidas podem afetar o saque do FGTS e quais são seus direitos e obrigações legais nesses casos específicos.

    Como posso verificar o histórico de saques parcelados do meu FGTS?

    Para verificar o histórico de saques parcelados do FGTS, principalmente se estiver se referindo ao saque-aniversário, você pode utilizar diferentes canais disponibilizados pela Caixa Econômica Federal:

    • Site da Caixa: Acesse o site oficial da Caixa e faça login na sua conta utilizando seu CPF, número do NIS (PIS/PASEP) e senha cadastrada. Lá, você poderá consultar o histórico de saques realizados na modalidade saque-aniversário.
    • Aplicativo FGTS: Baixe o aplicativo oficial FGTS da Caixa no seu smartphone e faça login utilizando suas credenciais. Por meio do aplicativo, é possível verificar o histórico de saques parcelados do FGTS.
    • Internet Banking: Se você utiliza o internet banking da Caixa, também é possível verificar o histórico de saques do FGTS acessando o seu perfil e procurando pela seção específica do FGTS.

    Esses canais geralmente oferecem informações detalhadas sobre os saques realizados, incluindo a data dos saques, os valores retirados e outros detalhes relevantes. Lembrando sempre de ter em mãos seu número do PIS/PASEP, CPF e, em alguns casos, a senha de acesso para realizar essas consultas.

    Veja também: Como consultar o FGTS pelo CPF ou ligação?

    Saque Aniversário FGTS Banco Mercantil

    O saque parcelado do FGTS pode ser depositado em qualquer banco?

    Sim, o valor pode ser depositado em contas de qualquer banco, desde que você atualize os dados bancários na Caixa Econômica Federal para o recebimento dos valores.

    Ao realizar o saque parcelado, você pode escolher a conta bancária para onde deseja que o valor seja depositado. Pode ser uma conta corrente ou poupança em qualquer banco no qual você tenha uma conta ativa. É importante fornecer os dados bancários corretos e atualizados para garantir o recebimento dos valores corretamente.

    Você pode fazer essa atualização dos dados bancários através dos canais disponibilizados pela Caixa, como o site, aplicativo ou mesmo em uma agência física, informando a conta na qual prefere receber os valores do saque parcelado do FGTS.

    O saque parcelado do FGTS é tributável?

    Não, o saque parcelado do FGTS não é tributável. Os valores retirados do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, seja na modalidade tradicional ou no saque-aniversário, não são considerados rendimentos tributáveis para efeito de imposto de renda. 

    Isso significa que não há incidência de imposto sobre o valor retirado do FGTS, pois este é um benefício trabalhista que não sofre tributação no momento do saque.

    É possível realizar o saque parcelado do FGTS após a mudança de emprego?

    Sim, é possível realizar o saque parcelado do FGTS mesmo após a mudança de emprego. O saque parcelado, ou saque-aniversário, está disponível para todas as pessoas que possuem contas ativas ou inativas no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço.

    Independentemente de mudanças de emprego, desde que você tenha valores em contas do FGTS, pode optar pelo saque-aniversário a qualquer momento.
    Veja também: Como sacar o FGTS retido por pedido de demissão?

    O saque parcelado do FGTS está disponível para trabalhadores autônomos?

    Sim, o saque parcelado do FGTS está disponível para trabalhadores autônomos, desde que atendam aos requisitos estabelecidos para essa modalidade de saque. Para ter acesso a essa opção, o trabalhador autônomo precisa ter contas ativas ou inativas no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço.

    Os critérios para o saque-aniversário são baseados na existência de saldo no FGTS, independentemente do tipo de vínculo empregatício. Sendo assim, se um trabalhador autônomo possui saldo no FGTS e deseja aderir ao saque-aniversário, ele pode realizar essa opção seguindo os procedimentos disponibilizados pela Caixa Econômica Federal, órgão responsável pela administração do FGTS.

    No entanto, é importante ressaltar que a adesão ao saque-aniversário é voluntária e deve ser feita pela própria pessoa.

    Veja também: 50 possíveis perguntas sobre Saque FGTS: tire suas dúvidas

    É possível realizar o saque parcelado do FGTS para reformas residenciais?

    O saque parcelado do FGTS na modalidade de saque-aniversário não contempla um direcionamento específico para reformas residenciais. No entanto, este tipo de saque permite que você retire uma parte do saldo disponível em sua conta do FGTS sem uma destinação específica para esse propósito.

    No entanto, existe uma modalidade do FGTS voltada para reformas em imóveis, chamada de saque-rescisão para reforma. Essa modalidade possibilita o uso do FGTS para custear reformas ou ampliações em imóveis residenciais próprios, desde que o imóvel seja próprio da pessoa que possui a conta do FGTS.

    Para realizar o saque com o objetivo de reforma residencial, é necessário atender a alguns critérios e seguir os procedimentos estabelecidos pela Caixa Econômica Federal. Alguns requisitos incluem a apresentação de documentos que comprovem a necessidade da reforma e a regularidade do imóvel.

    Quem é responsável por calcular o valor das parcelas do saque do FGTS?

    No contexto da antecipação do saque do FGTS oferecida pelo Banco Mercantil, é a própria instituição financeira que realiza o cálculo do valor das parcelas adiantadas.

    Geralmente, o cálculo das parcelas adiantadas é realizado com base no montante que você tem a receber no saque-aniversário do FGTS. A partir desse valor, a instituição financeira determina a quantia que pode ser adiantada e estabelece as condições de pagamento, incluindo o número de parcelas, valores e taxas de juros aplicadas sobre o montante adiantado.
    Ou seja, as condições específicas para essa antecipação, como taxas de juros, encargos e prazos para pagamento, são determinadas pelo Banco Mercantil.

    Posso alterar a conta bancária para o saque parcelado do FGTS?

    Sim, é possível alterar a conta bancária para o recebimento do saque parcelado do FGTS, seja na modalidade tradicional ou no saque-aniversário. Para isso, o você deve acessar os canais oficiais da Caixa Econômica Federal, como o site ou o aplicativo, e realizar a atualização dos dados bancários.

    Normalmente, é necessário ter em mãos documentos pessoais, como RG, CPF, carteira de trabalho, e possivelmente o número do PIS/PASEP, além dos dados da nova conta bancária para fazer a alteração. Recomenda-se seguir as orientações específicas disponibilizadas pela Caixa para garantir que a mudança seja feita corretamente e sem complicações.

    Posso usar o saque parcelado do FGTS para comprar um carro?

    O parcelamento FGTS não contempla um direcionamento específico para a compra de um carro. No entanto, ao antecipar o FGTS com o Banco Mercantil, o valor a ser recebido é seu e pode ser utilizado para a finalidade que desejar.

    Veja também: Antecipe seu FGTS com o Mercantil e financie seu carro

    Saque Aniversário FGTS Banco Mercantil

    O saque parcelado do FGTS é afetado por mudanças nas leis trabalhistas?

    Sim, as mudanças nas leis trabalhistas podem afetar o parcelamento FGTS, principalmente se houver alterações nas regras ou condições para o acesso aos valores disponíveis no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço.

    Mudanças legislativas podem influenciar direta ou indiretamente o FGTS e suas modalidades de saque, como o saque-aniversário. Por exemplo, ajustes nas condições para demissão sem justa causa, regras de acesso ao benefício ou mesmo mudanças na forma como os depósitos são realizados pelas empresas podem impactar as possibilidades e condições para o saque dos valores do FGTS.

    É sempre importante estar atento às atualizações legislativas e às informações oficiais divulgadas pela Caixa Econômica Federal, que é responsável pela gestão do FGTS, para entender como possíveis mudanças nas leis trabalhistas podem afetar o acesso aos recursos do Fundo de Garantia. Assim, você poderá tomar decisões informadas sobre o saque do FGTS conforme as novas regras estabelecidas.

    Como o saque parcelado do FGTS é afetado pela inflação?

    O saque parcelado do FGTS, em si, não é diretamente afetado pela inflação. O valor que você tem direito a sacar do FGTS (seja na modalidade tradicional ou no saque-aniversário) está relacionado ao saldo existente na conta vinculada ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço.

    No entanto, é importante considerar que o saldo do FGTS é corrigido anualmente pela Taxa Referencial (TR) e, a partir de 2020, há a adição de um percentual de rendimento extra (distribuição de lucros) que ocorre a cada ano. Portanto, ao longo do tempo, o saldo do FGTS tende a ser corrigido para acompanhar parcialmente a inflação.

    Contudo, os valores específicos que você pode sacar não são diretamente ajustados pela inflação. O que ocorre é que, devido à correção pelo índice da TR e do rendimento adicional, o saldo na sua conta do FGTS é ajustado para preservar seu poder de compra em certa medida.

    Veja também: Aprenda a calcular a correção do FGTS

    É possível sacar o FGTS parcelado se estiver em processo de falência?

    Em casos de processo de falência, a situação é delicada e pode impactar o acesso aos valores do FGTS. Geralmente, quando uma empresa entra em processo de falência, os valores depositados no FGTS dos funcionários podem ser bloqueados temporariamente, dependendo do estágio do processo e das determinações judiciais.

    Os recursos do FGTS dos funcionários são considerados créditos trabalhistas e são protegidos pela lei em situações de falência da empresa. Em alguns casos, um administrador judicial é designado para gerir os ativos da empresa, incluindo os valores devidos aos funcionários, como salários e depósitos de FGTS.

    É possível realizar o saque parcelado do FGTS para pagar impostos atrasados?

    Na modalidade tradicional ou no saque-aniversário, não é previsto o uso dos valores para pagamento de impostos atrasados. As regras estabelecem finalidades específicas para o saque, como aquisição da casa própria, doenças graves, aposentadoria, entre outras, mas não incluem o pagamento de impostos atrasados como uma possibilidade direta de utilização dos recursos do FGTS. 

    Já a antecipação das parcelas do Saque Aniversário FGTS não possui finalidade determinante. Antecipando o seu FGTS com o Banco Mercantil, você poderá utilizar o valor recebido para o que achar necessário, inclusive pagar impostos atrasados.

    Deseja receber conteúdos exclusivos do Banco Mercantil? Siga-nos nas redes sociais! No Facebook, YouTube, Instagram e no LinkedIn você terá acesso a dicas financeiras e mais informações sobre nossos produtos e serviços. Conte conosco e faça parte da nossa comunidade!

    Redação Mercantil

    247 artigos publicados

    Com mais de 250 agências, 7 milhões de clientes e 80 anos de mercado, o Banco Mercantil é o primeiro do Brasil a se inspirar na experiência do público 50+ para desenvolver soluções especialmente voltadas para a juventude prateada. A Redação do banco está sempre em busca de simplificar esse universo, com dicas de investimento, economia, planejamento financeiro e estilo de vida personalizadas para você.

    Compartilhar

    Navegue pelo sumário

      Recentes

      Aposentadoria

      Navegue pelo sumário

        Também pode te interessar

        FGTS

        FGTS

        FGTS

        FGTS

        FGTS

        FGTS

        Banco Mercantil do Brasil S.A. 17.184.037/0001-10
        Rua Rio de Janeiro, 680 - Centro, Belo Horizonte/MG - CEP 30160-912