Blog

    Em um mercado de trabalho que sempre muda, pode ser difícil para profissionais com mais de 50 anos se recolocarem. Porém, com a combinação de experiência, orientação e aprendizado contínuo, ela não se torna apenas possível, mas, bem-sucedida. 

    Neste texto, vamos falar sobre profissionais com mais de 50 anos que estão em busca de trabalho, mostrar ações que valorizam esses trabalhadores e dicas das habilidades essenciais para se recolocar. Vamos lá?

    A presença de profissionais 50+ no mercado de trabalho

    No Brasil, o número de trabalhadores ativos com mais de 50 anos totaliza 3.454.522, segundo dados de 2022 da Relação Anual de Informações Sociais (Rais). Grande parte desses profissionais ocupam cargos com baixa remuneração que exigem menor qualificação educacional. 

    Isso reflete uma subutilização do potencial desses trabalhadores experientes, indicando que ainda é preciso avanços em relação aos cargos estratégicos e de liderança. Muitas dessas pessoas enfrentam desafios, como: falta de oportunidades de crescimento na carreira e discriminação por idade. 

    Mas algumas empresas já estão se diferenciando e criando oportunidades e ações de inclusão para esses profissionais. Conheça algumas iniciativas que valorizam e promovem a inclusão dos trabalhadores com mais de 50 anos.

    Leia também: Dicas de renda extra para aposentados!

    Iniciativas de empresas para incluir profissionais mais velhos

    Aqui no Banco Mercantil, temos o programa #OportunidadeSemIdade, onde nossas vagas não têm restrições de idades. Como reforçado pela nossa Head de RH, Priscila Lopes, “a presença da diversidade dentro das organizações não apenas impulsiona a produtividade e a criatividade, mas também fomenta a inovação e, acima de tudo, gera resultados significativos.” 

    Confira todas as vagas disponíveis no Banco Mercantil! 

    Outras empresas estão seguindo o mesmo caminho da inclusão, confira algumas delas abaixo:

    • A Gol implementou o programa “Experiência na Bagagem” em 2017, recrutando profissionais com mais de 50 anos para diversas vagas;
    • A Vivo, por meio do programa 50+, está contratando pessoas com mais de 50 anos em suas lojas. Isso mostra seu compromisso com a diversidade de idade.
    • A Unilever tem o programa “Senhor Estagiário” para pessoas com mais de 50 anos que voltaram a estudar. É como um estágio tradicional, mas para esse público específico.
    • A Maturi conecta profissionais maduros a empresas que valorizam a diversidade etária, promovendo capacitação e quebrando barreiras no mercado de trabalho.

    Estas iniciativas são essenciais para um país que está envelhecendo, garantindo que a experiência desses profissionais seja vista como valiosa, não apenas um desafio.

    Dicas de como se recolocar no mercado de trabalho após os 50 anos

    1. Concentre-se em suas habilidades

    Valorize sua experiência e conhecimento acumulado ao longo dos anos. Mostre como sua bagagem pode contribuir de forma única e valiosa para a empresa. Use exemplos específicos de problemas resolvidos e projetos bem-sucedidos. 

    Em certos casos, habilidades como trabalho em equipe, boa comunicação e organização podem ser muito importantes, mesmo que pareçam simples. 

    2. Mantenha-se atualizado

    Invista em formação contínua. Participe de workshops e cursos que atualizem as suas habilidades, especialmente em tecnologia. Isso demonstra sua capacidade de adaptação e aprendizado contínuo.

    3. Não tema pedir flexibilidade

    Explique como a flexibilidade no trabalho pode aumentar sua produtividade. Discuta arranjos que beneficiem tanto você quanto o empregador, como horários flexíveis ou trabalho remoto, destacando como essas adaptações podem melhorar seu desempenho.

    4. Reinvente-se continuamente

    Esteja aberto a explorar novas áreas e posições. Reinventar-se pode ajudar a conseguir um novo emprego. Isso mostra aos empregadores sua capacidade de se adaptar. Além disso, traz novas ideias para a equipe.

    Entenda também: Beneficiários do INSS podem trabalhar?

    5. Desenvolva suas habilidades comportamentais

    Além da capacidade técnica, as habilidades comportamentais têm sido muito buscadas no mercado de trabalho. Elas incluem a capacidade de se relacionar bem com colegas e criar um ambiente positivo. 

    Entre elas, as mais buscadas quando se trata de profissionais 50+ são: 

    • Experiência e conhecimento: a vasta experiência acumulada permite que esses profissionais enfrentem e superem desafios complexos, oferecendo soluções inovadoras e opiniões valiosas em momentos de tomada de decisão.
    • Colaboração e comunicação: profissionais mais velhos desenvolvem excelentes habilidades de comunicação e são capazes de fomentar uma colaboração eficaz dentro das equipes. Eles também tendem a possuir uma ampla rede de contatos, o que pode ser útil para a resolução rápida de problemas.
    • Mentoria e desenvolvimento: atuando como mentores, esses profissionais transmitem conhecimentos e experiências valiosas para os mais jovens, enriquecendo o ambiente de aprendizagem e contribuindo para o desenvolvimento contínuo da equipe.
    • Adaptação e resiliência: A capacidade de adaptação a novas tecnologias e métodos de trabalho é frequentemente aprimorada ao longo dos anos, assim como a resiliência emocional, essencial em momentos de crise.
    • Diversidade de pensamento: a inclusão de profissionais de diferentes faixas etárias promove uma diversidade de pensamento que pode levar a soluções mais criativas e eficazes.

    O que analisar em uma empresa antes de se candidatar?

    É importante considerar o que as empresas podem oferecer para que você se sinta confortável em um novo ambiente de trabalho. Veja algumas práticas que as empresas estão adotando para promover a inclusão de profissionais com mais de 50 anos:

    • Vagas afirmativas: uma abordagem é a dedicação de uma porcentagem maior de vagas no processo seletivo exclusivamente para essa faixa etária. 
    • Horários flexíveis: empresas oferecem horários flexíveis que se adaptam às necessidades pessoais de cada funcionário, como cuidar dos netos durante o dia. 
    • Revisão dos processos de recrutamento e seleção: estas ações visam eliminar qualquer viés etário. Isso inclui ajustar anúncios de vagas para focar nas habilidades e experiências, em vez da idade.
    • Capacitação das equipes: promoção de treinamentos para as lideranças e equipes, garantindo que todos estejam alinhados com os valores de diversidade e inclusão da empresa. 
    • Investimento em aprendizado contínuo: capacitação e atualização profissional para os novos colaboradores, permitindo que eles se mantenham competitivos e relevantes no mercado. 

    A contratação de profissionais com mais de 50 anos traz vantagens para os trabalhadores, para as empresas e para a sociedade. As organizações que adotam essa prática demonstram responsabilidade social, se beneficiando da experiência e maturidade que esses profissionais trazem. 

    Essas ações não só ajudam a combater o etarismo, mas também enriquecem o ambiente de trabalho com diversidade de experiências e perspectivas. Para estar sempre por dentro, conecte-se conosco nas redes sociais. Curta nossa página no Facebook, inscreva-se no YouTube, siga-nos no Instagram e LinkedIn. Te esperamos lá!

    Redação Mercantil 27 artigos publicados

    Compartilhar
    Navegue pelo sumário
      Recentes
      +Dinheiro
      Navegue pelo sumário

        Também pode te interessar

        Vida 50+
        Vida 50+
        Vida 50+
        Vida 50+
        Vida 50+
        Vida 50+

        Banco Mercantil do Brasil S.A. 17.184.037/0001-10
        Av. do Contorno, 5.800. Andares 11º, 12º, 13º, 14º e 15º. Savassi - Belo Horizonte - MG 30.110-042