Blog

    A redução da nova taxa de juros do consignado para 2024 está gerando debates, com bancos argumentando que há uma desconexão entre os novos juros para empréstimo consignado e a realidade do mercado financeiro.

    A nova regulamentação visa beneficiar aposentados e pensionistas, permitindo-lhes acessar futuro crédito a um custo mais baixo, além de combater fraudes, enfatizando a importância da vigilância .

    Como está a taxa de juros do consignado hoje?

    Atualmente, a taxa de juros do consignado para beneficiários do INSS encontra-se em um cenário de transição, visando acomodar as recentes decisões do Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS) e as oscilações da taxa básica de juros, Selic. Para facilitar a compreensão das mudanças, segue um resumo dos pontos chave:

    • Taxas Atuais:
    • Novas Taxas Aprovadas:
      • Empréstimos Consignados INSS: Reduzidas para 1,80% ao mês.
      • Cartão de Crédito Consignado e Cartão de Benefício: Reduzidas para 2,67% ao mês.
    • Futuras Taxas (a partir de 11 de Março de 2024):
      • Empréstimos Consignados INSS: Serão reduzidas para 1,72% ao mês.
      • Cartão de Crédito Consignado e Cartão de Benefício: Serão reduzidas para 2,55% ao mês.

    Essas mudanças refletem os esforços do CNPS e do Banco Central em responder às variações da Selic e visam proporcionar condições mais favoráveis aos beneficiários do INSS, alinhando as taxas de juros consignado com a realidade econômica atual.

    Está valendo a pena contratar?

    Diante da nova taxa de juros consignado e considerando os pontos chave sobre o empréstimo consignado, é crucial avaliar se vale a pena contratar esse tipo de crédito. Seguem alguns aspectos a serem considerados:

    1. Vantagens do Empréstimo Consignado:
      • Taxas de Juros Menores: Pelo menor risco de inadimplência, as taxas são mais atrativas.
      • Processo de Aprovação Simplificado: O desconto é feito diretamente no salário ou benefício.
      • Acessível a Negativados: Disponível até para quem tem histórico de crédito negativo.
      • Prazos de Pagamento Flexíveis: Permite escolher um período de pagamento que se adeque à situação financeira.
      • Gestão Facilitada do Pagamento: O desconto direto facilita o controle financeiro.
    2. Cuidados ao Contratar:
      • Escolha de Instituição Confiável: Fundamental para evitar contratempos.
      • Comparação de Taxas e Condições: Avalie as propostas de diferentes instituições.
      • Atenção ao Montante Emprestado: Não exceda o que pode pagar.
      • Leitura Atenta do Contrato: Essencial para compreender todos os termos.
    3. Limitações:
      • Comprometimento da Renda: O valor do empréstimo não pode ultrapassar 30% a 35% da renda líquida, podendo chegar a 45% em certos casos.

    Levando em conta estas informações, a contratação do empréstimo consignado pode ser uma alternativa vantajosa para determinados segmentos da população, como servidores públicos, beneficiários da seguridade social e empregados do setor privado, desde que haja uma avaliação cuidadosa das condições oferecidas.

    Quando a nova taxa passa a ser aceita?

    A nova taxa de juros consignado para empréstimos contratados a partir de 11 de março de 2024 marcará uma mudança significativa para novos contratos, mantendo as taxas de juros existentes para contratos já estabelecidos. Este ajuste na taxa de juros é uma consequência direta da publicação da resolução do Conselho Nacional de Previdência Social (CNPS), com os novos valores sendo efetivados cinco dias úteis após sua divulgação. Importante destacar:

    • Aplicabilidade da Nova Taxa:
      • Novos empréstimos a partir de 11 de março de 2024.
      • Taxa máxima de 1,72% ao mês para empréstimos consignados INSS.
    • Implementação:
      • Efetivação oito dias úteis após publicação no Diário Oficial da União.
      • Abrange crédito consignado e cartão de crédito consignado.

    Esta transição para a nova taxa de juros consignado reflete o compromisso das autoridades em oferecer condições mais vantajosas para aposentados e pensionistas, alinhando as práticas de mercado com as necessidades dos consumidores mais vulneráveis. Este movimento é um passo importante na direção de um sistema financeiro mais justo e acessível.

    Quem já tem um empréstimo consignado vai ter redução de juros?

    Para aqueles que já possuem um empréstimo consignado, surgem dúvidas sobre como a nova taxa de juros consignado afetará seus contratos existentes. Importante destacar:

    • Manutenção das Taxas Originais: Os empréstimos já contratados antes da nova regulamentação manterão suas taxas de juros originais, sem alterações devido à introdução da nova taxa.
    • Opção de Portabilidade: Existe a possibilidade de os tomadores de empréstimos optarem pela portabilidade. Isso significa que eles podem transferir seus empréstimos para outros bancos que ofereçam taxas de juros mais baixas, aproveitando assim as novas condições do mercado.
    • Aplicação para Novos Contratos: A nova taxa de juros consignado, prevista para entrar em vigor a partir de 11 de março de 2024, aplicar-se-á exclusivamente a novos contratos de empréstimo. Portanto, contratos existentes permanecerão com a taxa de juros acordada no momento da contratação.

    Esse esclarecimento é fundamental para que os atuais tomadores de empréstimo consignado compreendam suas opções e possam planejar suas finanças de acordo com as novas diretrizes do mercado.

    FAQs

    Quando a nova taxa de juros do empréstimo consignado começará a valer?

    A implementação das novas taxas de juros para empréstimos consignados está prevista para este mês de março. Essa mudança reflete a redução da taxa Selic, que diminuiu de 11,75% para 11,25% ao ano. Conforme informações disponíveis no site do Banco Central, que apresenta as taxas de empréstimo consignado aplicadas pelos bancos, a menor taxa encontrada era de 1,38% ao mês, o que corresponde a uma taxa anual de 24,39%.

    Qual foi a alteração na taxa de juros dos empréstimos consignados?

    Recentemente, houve a sexta redução consecutiva na taxa de juros dos empréstimos consignados desde dezembro de 2021. O Conselho Nacional de Previdência Social iniciou essa série de cortes em março de 2023, quando a taxa foi reduzida de 2,14% para 1,97% ao mês. Essa diminuição significa que os consumidores passarão a pagar menos juros em seus empréstimos.

    Qual instituição financeira oferece a menor taxa de juros para empréstimo consignado?

    A pergunta não foi acompanhada de uma resposta. Para obter essa informação, é recomendável consultar diretamente as instituições financeiras ou o site do Banco Central, que lista as taxas praticadas por diferentes bancos.

    Existe a possibilidade de reduzir os juros de um empréstimo consignado já existente?

    Sim, é possível diminuir os juros de um empréstimo consignado por meio do refinanciamento. Ao refinanciar o empréstimo, você pode renegociar a taxa de juros e, como resultado, reduzir o montante das parcelas. Outra opção é prolongar o prazo de pagamento, o que também pode contribuir para a diminuição do valor das parcelas mensais.

    Redação Mercantil

    27 artigos publicados

    Compartilhar

    Navegue pelo sumário

      Recentes

      FGTS

      Navegue pelo sumário

        Também pode te interessar

        Consignado

        Consignado

        FGTS

        Produtos

        Consignado

        Consignado

        Consignado

        Banco Mercantil do Brasil S.A. 17.184.037/0001-10
        Av. do Contorno, 5.800. Andares 11º, 12º, 13º, 14º e 15º. Savassi - Belo Horizonte - MG 30.110-042