Blog

    Receber a aposentadoria ou benefício INSS é essencial para milhões de brasileiros que dependem dessa renda para seu sustento. 

    Infelizmente, nem sempre o pagamento é efetuado conforme o esperado, deixando quem recebe o benefício preocupado e inseguro quanto à sua situação financeira. 

    Neste texto, vamos falar sobre as razões do não depósito do benefício do INSS. Também daremos dicas práticas para resolver esses problemas de maneira eficiente.

    Primeiro passo: conferir o calendário do INSS

    Primeiramente, verifique a sua data de depósito no calendário de pagamentos do INSS conforme o final do número do seu benefício. Assim, você pode se certificar sobre qual é o tempo do atraso.

    O INSS estabelece dois calendários de pagamento distintos:

    • Um para quem recebe até um salário mínimo de benefício.
    • E outro para aqueles que recebem valores superiores

    Você pode consultar o calendário atualizado diretamente no site do INSS ou por meio do aplicativo Meu INSS

    Principais motivos do não depósito do benefício INSS

    Existem diversos motivos que podem levar ao não depósito do benefício do INSS. Conheça os 6 principais abaixo! 

    1. Atualização cadastral

    Um dos motivos mais comuns para o não depósito é a falta de atualização das informações cadastrais de quem recebe o benefício do INSS. 

    Qualquer mudança em dados pessoais, bancários ou de contato devem ser prontamente comunicadas ao órgão, caso contrário, o pagamento pode ser prejudicado.

    2. Mudança de agência bancária não informada

    Caso você tenha alterado recentemente o banco no qual recebe o seu benefício, é essencial informar essa mudança ao INSS. 

    Atualize suas informações no INSS pelo aplicativo Meu INSS, ligando para o telefone 135 ou indo pessoalmente a uma agência. Isso é importante para garantir que seus depósitos não sejam interrompidos.

    Conheça os canais de atendimento ao INSS no nosso artigo!

    3. Ausência de prova de vida

    O INSS pede que quem recebe o benefício realize a prova de vida todo o ano. Caso isso não seja feito, pode acarretar a suspensão do pagamento do benefício.

    4. Problemas no cadastro do benefício

    Erros ou informações antigas no cadastro do seu benefício também podem gerar problemas no depósito. 

    Certifique-se de revisar regularmente seus dados pessoais e de contato junto ao INSS para evitar esse tipo de inconveniente.

    5. Pendência na análise do requerimento

    Quando você solicita um novo benefício, o INSS pode levar algum tempo para concluir a análise do seu requerimento. 

    Nesse caso, o pagamento só será efetuado após a aprovação do pedido, o que pode gerar atrasos.

    6. Benefício suspenso ou cancelado

    Em determinadas situações, o INSS pode suspender ou até mesmo cancelar o pagamento do seu benefício. Um exemplo são casos de irregularidade ou de não cumprimento dos requisitos necessários. 

    Nesses casos, é preciso entrar em contato com o órgão para compreender o motivo da suspensão ou cancelamento e tomar as medidas cabíveis.

    Leia mais: Entendendo o bloqueio da aposentadoria do INSS.

    O que fazer quando o benefício não é depositado?

    Se você não recebeu seu benefício do INSS, é importante tomar medidas para resolver o problema o mais rápido possível. Veja as principais etapas a serem seguidas:

    Verificar dados cadastrais

    O primeiro passo é acessar o aplicativo Meu INSS e conferir se todas as suas informações cadastrais estão corretas e atualizadas. 

    Caso haja algum erro ou divergência, entre em contato com o INSS o mais rápido possível para realizar as devidas correções.

    Entrar em contato com o banco

    Se você tiver certeza de que seus dados estão corretos, entre em contato com o banco onde recebe seu benefício. 

    Muitas vezes, o problema pode estar relacionado a alguma falha no processamento do pagamento pelo banco.

    Regularizar a prova de vida

    Verifique se você realizou a prova de vida anual exigida pelo INSS. Caso tenha perdido o prazo, entre em contato com o órgão para obter orientações sobre como regularizar essa situação. 

    Agendar atendimento presencial no INSS

    Se, mesmo após verificar todos os itens anteriores, o problema persistir, é hora de agendar um atendimento presencial em uma agência do INSS. 

    Lá, os profissionais poderão fornecer informações detalhadas sobre a situação do seu benefício e orientá-lo sobre os próximos passos a serem seguidos.

    Gostou do artigo? Continue sua leitura com outros artigos relacionados:

    Redação Mercantil 130 artigos publicados

    Compartilhar
    Navegue pelo sumário
      Recentes
      +Dinheiro
      Navegue pelo sumário

        Também pode te interessar

        + Para Você
        + Para Você
        + Para Você
        + Para Você
        + Para Você
        + Para Você

        Banco Mercantil do Brasil S.A. 17.184.037/0001-10
        Av. do Contorno, 5.800. Andares 11º, 12º, 13º, 14º e 15º. Savassi - Belo Horizonte - MG 30.110-042