Blog

    O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é muito importante para a proteção financeira dos trabalhadores, atuando como uma reserva de emergência. 

    Uma dúvida comum sobre o assunto, é como acessar os valores depositados em contas inativas do FGTS. Neste artigo, vamos explicar se é possível realizar o saque, além de apresentar alternativas vantajosas para aproveitar esses recursos.

    O que é uma conta do FGTS inativa?

    Quando um trabalhador deixa seu emprego, seja por demissão sem justa causa ou por pedido de demissão, a conta FGTS vinculada à empresa se torna inativa. Isso significa que o saldo acumulado fica “congelado” por um tempo.

    Essa inatividade ocorre quando o trabalhador não saca os valores no momento da rescisão contratual. Portanto, a conta fica parada até que o indivíduo solicite os resgates.

    É importante ressaltar que é possível ter múltiplas contas FGTS inativas, especialmente se o trabalhador tiver passado por diferentes empregos. Cada vínculo empregatício gera uma nova conta, que se torna inativa caso o saque não seja realizado.

    O saque FGTS de contas inativas é permitido? 

    Depende. As regras para saque do FGTS de uma conta inativa variam de acordo com as circunstâncias do desligamento do emprego. Vamos analisar três cenários:

    Quem ficou 3 anos fora do regime do FGTS

    Se o trabalhador passou 3 anos consecutivos sem contribuir para o FGTS, é possível solicitar o saque da conta vinculada a partir do mês do seu próximo aniversário.

    Demissão sem justa causa

    Se você foi demitido sem justa causa, pode sacar o saldo da sua conta do FGTS inativa a qualquer momento, independentemente do tempo decorrido desde o desligamento. 

    Nesse caso, você tem o direito de acessar os valores depositados, sem necessidade de aguardar um período mínimo de inatividade.

    Pedido de demissão ou demissão por justa causa

    Quando o trabalhador pede demissão ou é demitido por justa causa, as regras de saque são mais restritivas. 

    Nesses casos, o saque do FGTS de uma conta inativa só é permitido em situações específicas, como aposentadoria, aquisição de moradia própria, doenças graves ou em casos de desastres naturais.

    Confira mais detalhes: Como sacar FGTS retido por pedido de demissão?

    Como sacar o FGTS de uma conta inativa?

    Para realizar o saque do FGTS de uma conta inativa, siga os passos:

    1. Dirija-se a uma agência da Caixa Econômica Federal, correspondentes Caixa Aqui ou lotéricas;
    2. Apresente sua Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), seu Documento de identificação com foto (RG, CNH, etc.) e seu Número de Inscrição Social (NIS);
    3. Apresente seu Cartão Cidadão e senha;
    4. Solicite o saque do FGTS de sua conta inativa;
    5. Aguarde o processamento da solicitação e o crédito dos valores em sua conta.

    Caso não possua o Cartão Cidadão, será necessário comparecer a uma agência da Caixa Econômica Federal para realizar o saque.

    Saque-aniversário: uma alternativa para acessar o FGTS

    Se você não quiser esperar os três anos de inatividade para sacar o FGTS, uma ótima opção é aderir ao saque-aniversário. Dessa forma, o trabalhador consegue realizar saques anuais de uma parte do saldo de sua conta do FGTS, sempre no mês de aniversário.

    Antecipe seu FGTS sem burocracia

    Benefícios de sacar o FGTS de contas inativas

    Sacar o FGTS de contas inativas pode trazer diversos benefícios para o trabalhador. Alguns dos principais são:

    1. Maior rentabilidade: o rendimento do FGTS é considerado baixo, sendo inferior ao da poupança. Portanto, resgatar esses recursos e aplicá-los de forma mais eficiente pode gerar melhores retornos financeiros.
    2. Quitação de dívidas: os valores do FGTS podem ser utilizados para renegociar e quitar dívidas, reduzindo os encargos e melhorando a saúde financeira.
    3. Investimentos e poupança: o dinheiro resgatado do FGTS pode ser direcionado para investimentos a médio e longo prazo, como renda fixa, ou para constituir uma reserva financeira.
    4. Aquisição da Casa Própria: Caso o trabalhador esteja interessado em adquirir um imóvel, o FGTS pode ser utilizado como parte do pagamento ou como garantia em financiamentos imobiliários.
    5. Emergências e imprevistos: o acesso aos recursos do FGTS pode ser útil para momentos de necessidade, como em casos de doenças, desastres naturais ou outras situações inesperadas.

    Leia também: Posso usar o FGTS todo ano para amortizar financiamento?

    Cuidados na utilização do FGTS

    Embora o saque do FGTS possa trazer benefícios, é importante ter cautela na utilização desses recursos. Algumas dicas importantes:

    • Evite gastar impulsivamente o dinheiro. Faça um planejamento financeiro e priorize o pagamento de dívidas, investimentos e poupança.
    • Tome cuidado com golpes e fraudes relacionados ao FGTS. Sempre procure os canais oficiais da Caixa Econômica Federal.
    • Caso opte por sacar grandes quantias, planeje a retirada e a guarda do dinheiro de forma segura.
    • Lembre-se de que o FGTS é um direito do trabalhador e deve ser utilizado de forma consciente e estratégica.

    Perguntas frequentes sobre o saque do FGTS inativo

    Como sei se minha conta FGTS está inativa? 

    Você pode verificar a situação de sua conta FGTS acessando o aplicativo do FGTS ou com a Caixa Econômica Federal. Basta procurar pela opção “Meu FGTS”.

    Posso sacar o FGTS de uma conta inativa a qualquer momento? 

    Não necessariamente. Se você foi demitido sem justa causa, pode sacar o FGTS de uma conta inativa a qualquer momento. 

    Já se você pediu demissão ou foi demitido por justa causa, o saque só é permitido em situações específicas, como aposentadoria, aquisição de moradia própria, doenças graves ou desastres naturais.

    Quais os documentos necessários para sacar o FGTS de uma conta inativa? 

    Para realizar o saque, você precisará apresentar sua Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), um documento de identificação com foto (RG, CNH, etc.) e seu Número de Inscrição Social (NIS, PIS/PASEP).

    Mantenha-se atualizado sobre o mercado financeiro! Siga o Banco Mercantil no Facebook, Instagram, YouTube e LinkedIn!

    Redação Mercantil 97 artigos publicados

    Compartilhar
    Navegue pelo sumário
      Recentes
      Meu Mercantil
      Navegue pelo sumário

        Também pode te interessar

        FGTS
        FGTS
        FGTS Produtos
        FGTS
        FGTS Produtos
        FGTS

        Banco Mercantil do Brasil S.A. 17.184.037/0001-10
        Av. do Contorno, 5.800. Andares 11º, 12º, 13º, 14º e 15º. Savassi - Belo Horizonte - MG 30.110-042